Bloodbath
"Ile is my strength. There's no one I admire more than her. She has so much strength inside, ever since we were kids. It was wonderful seeing how far she had gotten today! I'm immensely proud! And Isa, my sweet little Isa... She is the one that makes me complete. Our personalities are completely different, just as they are the same. I don't know where is her start or my ending. I cannot imagine life without feeling her little heart beating against mine. I mean it, literally."
MyFreeCopyright.com Registered & Protected


Anonymous asked: "Could you make some Tori and Drew from degrassi manips ?"

Excuse me, but, did you even read the posts? I’ve just said we’re not a crackship blog. The cracks that are in this blog are part of a story.

Thank you. 





redstring-confessions-deactivat asked: "Thomas Dekker, and Milo Ventimiglia"

Im sorry, dear. We’re not a crackship blog :/
Those cracks are part of the story this blog is about.
Thanks for appreciating our work ^^






tags: #story
madnessisaplace:

”  —Onde está o diretor disso aqui? —perguntou a moça, repleta de veneno e desprezo na voz. 
      Fils de pute, fils de pute, fils de pute, fils de pute…
       Eu estava prestes a ter um colapso nervoso encarando as formas nojentas e sujas daquelas pessoas. Minha vontade era de adentrar suas mentes e torturá-los, um por um, até que não restasse mais qualquer indício de sanidade em seus seres. Porém, eu não podia me revelar dessa forma. Não era como se eu não estivesse sendo caçada por eles.
       —Estou aqui, Moira. —ecoou a voz forte de Hans, enquanto cheio de seriedade, dirigia-se a passos rápidos até metade do refeitório. A tal Moira, que eu preferia chamar de vadia ruiva, levantou com os olhos estreitados e foi ao seu encontro, parando a uma distância segura dele, em um sinal de respeito mútuo.”

madnessisaplace:

”  —Onde está o diretor disso aqui? —perguntou a moça, repleta de veneno e desprezo na voz.

      Fils de pute, fils de pute, fils de pute, fils de pute…

       Eu estava prestes a ter um colapso nervoso encarando as formas nojentas e sujas daquelas pessoas. Minha vontade era de adentrar suas mentes e torturá-los, um por um, até que não restasse mais qualquer indício de sanidade em seus seres. Porém, eu não podia me revelar dessa forma. Não era como se eu não estivesse sendo caçada por eles.

       —Estou aqui, Moira. —ecoou a voz forte de Hans, enquanto cheio de seriedade, dirigia-se a passos rápidos até metade do refeitório. A tal Moira, que eu preferia chamar de vadia ruiva, levantou com os olhos estreitados e foi ao seu encontro, parando a uma distância segura dele, em um sinal de respeito mútuo.”






tags: #manips





tags: #manips





tags: #manips





tags: #manips





tags: #manips





tags: #manips





tags: #story

       ”Repentinamente, em meio aos gritos, estampidos e estranhos sons dos demônios, uma voz muito mais forte pode ser ouvida. Tinha um caráter reptiliano e tão poderoso quanto o de uma criatura jurássica. Eu já a havia escutado urrar, mas não daquela forma. Aquela voz estava repleta de dor, desespero e até mesmo medo. Encarei Ilse por um segundo, antes que ambas olhássemos para os céus, onde Sophie e Hadassa estavam. Ali, tive a certeza.

        O majestoso dragão havia sido atingido.”